Legenda da Imagem: Iniciativa de Barbieri pretende facilitar diagnóstico da COVID-19 em Jandira

Luciano Barbieri apontou que fundação vinculada à USP já utiliza inteligência artificial em imagens de raio-X para identificar casos da doença

 

Na 10ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Jandira, dada em 23 de junho de 2020, o vereador Luciano Antonio Barbieri (PTB) apresentou dois requerimentos. Ambos foram aprovados e seguiram para a análise do prefeito Paulo Fernando Barufi da Silva (PTB).

No primeiro documento, de número 93/20, o parlamentar requisitou a implantação de convênio junto à Fundação Instituto de Administração (FIA), instituição ligada à Universidade de São Paulo (USP). A parceria pretende garantir ao município a obtenção de suporte ao diagnóstico da COVID-19, com o uso de raio-X e inteligência artificial.

A falta de testes diagnósticos e de equipamentos de tomografia justificou o pedido. “Algumas prefeituras do Estado de São Paulo descobriram que a USP, por intermédio da FIA (Fundação Instituto de Administração), desenvolveu um software que tem eficácia de 97% para identificar se a pessoa tem a COVID-19. Hoje, na maioria dos municípios, há testes insuficientes de PCR ou não há máquinas de tomografia. […] É um software gratuito que está sendo disponibilizado para todas as prefeituras, basta a prefeitura pedir. Ele é colocado na máquina de raio-X e tem o mesmo efeito de uma tomografia”, esclareceu Barbieri.

Por sua vez, o requerimento 98/20 aconselhou que a Unidade Básica de Saúde do Parque Santa Tereza passe a se chamar Maria Nazaré Gomes de Sousa, em homenagem a uma das primeiras moradoras do bairro, falecida em 2019. “Dona Nazaré, com seu trabalho e sua bondade, teve grande contribuição para o crescimento local. Ressaltamos o seu serviço e entrega na Igreja Católica, acolhendo e ajudando centenas de famílias necessitadas, sendo para elas uma referência”, argumentou Barbieri.