Assinada pelo vereador Pastor Gilson, matéria pretende estimular a economia e valorizar a cultura local

 

Na 20ª Sessão Ordinária, ocorrida em 03 de agosto de 2021, o vereador Gilson Rodrigues de Souza (PRTB), o “Pastor Gilson”, viu três Projetos de Lei de sua autoria passarem pela Câmara Municipal de Jandira. A primeira propositura, de nº 48/21, dispôs sobre a criação da “Feira de Gastronomia, Artesanato e Cultura” na Praça Anielo Gragnano, situada na região central da cidade.

Segundo Pastor Gilson, o retorno da feira deve fomentar a economia local e se tornar, inclusive, fonte de renda às famílias afetadas pela pandemia da COVID-19. “Cabe salientar que todos os protocolos de segurança sanitária contra o novo coronavírus serão tomados, como distanciamento, uso de máscara e álcool em gel”, frisou. O proponente acredita que a iniciativa vai promover um ambiente agradável aos consumidores do município, garantindo ainda a preservação da praça central como lugar de encontro entre os cidadãos.

Na mesma ocasião, o parlamentar também apresentou os Projetos de Lei nº 64 e 67/21. A primeira matéria visa impedir a acumulação das funções de motorista e cobrador nos ônibus que integram o transporte público municipal. De acordo com o texto, o descumprimento da decisão sujeita a empresa concessionária à multa de 1.500 UFMS (Unidade de Valor Fiscal do Município) e, em caso de reincidência, o valor deve ser dobrado.

Por sua vez, o Projeto de Lei nº 67/21 estabelece alteração no agendamento da vacinação para aqueles que se recusarem a tomar a vacina em razão da marca do imunizante. “Algumas pessoas estão escolhendo tomar a vacina X ou Y. Isso é surreal! […] Ninguém vai ser proibido de tomar vacina, muito pelo contrário, mas [quem se recusar] vai ter que voltar para o fim da fila e esperar que as pessoas que estão querendo desesperadamente se vacinar se vacinem”, criticou em plenário. Após aprovação na Casa, os três textos seguiram para apreciação do Poder Executivo.