Parlamentar jandirense quer campanhas de inclusão e conscientização sobre o TEA nas escolas municipais

Legenda: Pastor Gilson (PP)
8 de maio de 2024

Em seu requerimento à Prefeitura, Pastor Gilson defendeu a distribuição da cartilha “Sou diferente. E daí? Tem lugar aí pra mim?”, elaborada pela OAB do Distrito Federal; na mesma sessão, o vereador também indicou a instalação de lixeiras na Praça de Eventos e na área central da cidade

A Câmara Municipal de Jandira aprovou dois requerimentos de autoria do vereador Gilson Rodrigues de Souza (PP), o “Pastor Gilson”, durante a 14ª Sessão Ordinária de 07 de maio de 2024. Por intermédio do documento nº 214/24, o parlamentar recomendou à Prefeitura a realização de campanhas de inclusão e compreensão sobre o TEA (Transtorno do Espectro Autista) nas escolas municipais, bem como a distribuição da cartilha “Sou diferente. E daí? Tem lugar aí pra mim?”, escrita por Aline Campos e ilustrada por Luana Chinaglia.

Pastor Gilson explicou que o projeto da cartilha foi concebido pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Autismo da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Distrito Federal, que permite a reprodução e distribuição gratuita do conteúdo por qualquer entidade, empresa ou órgão, mediante a devida assinatura do termo de consentimento e cessão de direitos. “Ao promover a distribuição da cartilha nas escolas do município, visamos contribuir para a educação inclusiva, a compreensão e o respeito às diferenças, reduzindo assim os casos de discriminação e bullying contra as crianças autistas”, complementou.

Em seu turno, o requerimento nº 213/24 sugeriu a instalação de lixeiras na Praça de Eventos e na região central de Jandira. Segundo o vereador, a ação deve proporcionar aos munícipes e visitantes os meios adequados para o descarte de resíduos, contribuindo para a preservação do meio ambiente e da saúde pública.

Compartilhe