Visando garantir mais transparência e economia à cidade, vereador Toninho Amizade sugeriu implantação de cartão para a compra de material escolar; já os vereadores Véinho e Markinhos, além do material, cobraram da Prefeitura a aquisição de uniformes para os estudantes

 

Com o retorno das aulas presenciais na região, a Educação foi um dos assuntos mais debatidos durante a 22ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Jandira, ocorrida em 17 de agosto de 2021. O requerimento 391/21, por exemplo, assinado pelo vereador Antônio dos Santos Oliveira (PSDB), o “Toninho Amizade”, indicou à Prefeitura a implantação de cartão para a compra do material escolar, destinado aos alunos da rede pública municipal de Jandira.

Toninho explicou que o pedido foi motivado pelo alto valor de uma licitação aprovada pela gestão passada. Segundo ele, o cartão seria destinado exclusivamente para a compra do material escolar, visando garantir mais economia e transparência aos gastos públicos.

“É uma proposta de fundamental importância para a nossa cidade, principalmente no que diz respeito à transparência. […] Você evita licitações superfaturadas, valoriza as papelarias do município e garante mais transparência junto ao munícipe”, argumentou o parlamentar durante o momento de discussão dos requerimentos.

Na mesma data, os vereadores Josenildo Ribeiro de Freitas (PL), o “Véinho”, e Marcos Danilo de Sousa (PTB), o “Markinhos”, apresentaram um texto de teor semelhante, o requerimento 400/21. Nele, pediram a compra de uniforme e material escolar, em caráter de extrema urgência, para toda a rede municipal de ensino. Depois de aprovados na Câmara, ambos os documentos seguiram para as mãos do prefeito Henri Hajime Sato (PSDB), o “Dr. Sato”.