Além da suspensão do atendimento ao público externo, novo Ato assinado pela Mesa Diretora estabelece que as sessões ordinárias sejam quinzenais durante a fase mais restritiva do Plano SP

 

Com o agravamento da pandemia da COVID-19 e as altas taxas de ocupação de leitos no Brasil, a Câmara Municipal de Jandira, sob a presidência do vereador Franklin Venancio da Silva Netto (PTB), resolveu prorrogar até 30 de março de 2021 as regras de prevenção à COVID-19 adotadas no início do mês, cabendo prorrogação em caso de manutenção da fase emergencial. A decisão foi publicada nesta sexta-feira, 19 de março, por intermédio do Ato da Mesa nº 48/21, “Há a necessidade de se manter a prestação dos serviços públicos, porém preservando a saúde das pessoas que frequentam este Poder Legislativo”, pondera o texto.

Além dos procedimentos já colocados em prática, como a suspensão do atendimento presencial, o documento estabelece que as sessões ordinárias sejam realizadas quinzenalmente, ainda sem a presença de público em plenário.  Desse modo, a sessão prevista para a próxima terça-feira, dia 23, foi cancelada. O encontro dos vereadores, agora quinzenal, pode ser acompanhado pelo site www.camarajandira.sp.gov.br, pelo canal no YouTube (https://www.youtube.com/channel/UCTPoGn1XeuEXtRgPAq2n2RQ) ou pela TV Câmara Jandira (canal 31.02 da Multimídia TV).

A realização de outros eventos coletivos permanece suspensa por tempo indeterminado, já os trabalhos administrativos da Casa seguem acontecendo normalmente. Contudo, a fim de reduzir o risco de contágio pela COVID-19, o afastamento temporário dos servidores com mais de 60 anos e o sistema de revezamento entre os demais funcionários foram mantidos.

Cuidados preventivos

Em reunião com os servidores no início do mês, o presidente Franklin Venancio da Silva Netto (PTB) enfatizou a importância dos pequenos gestos na prevenção da doença. Segundo ele, todas as medidas de contenção à COVID-19 devem continuar sendo respeitadas nas dependências do Legislativo jandirense, como o uso correto da máscara de proteção (bem ajustada ao rosto, cobrindo boca e nariz), higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel, aferição da temperatura corporal na entrada do prédio e limpeza adequada dos ambientes.