38ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Jandira ( 27/11/2018 )

 
             
             
 

 

 

 
             
 

Apae e novo vereador na tribuna da Câmara de Jandira 

Última sessão ordinária deste ano serviu também para que vereadores fizessem balanço de atuação em 2018 

A 38ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Jandira (27/11) foi a última deste ano de 2018. Além da aprovação da Lei Orçamentária Anual de 2019 (de R$ 384.790.295,73.), os vereadores também deram espaço na tribuna para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Jandira. A presidente da entidade, professora Vera Lúcia de Oliveira, apresentou um balanço dos atendimentos e pediu mais apoio financeiro para aprimorar os serviços. 

Vera citou os requerimentos dos vereadores Antonio dos Santos Oliveira (PV), o “Toninho Amizade”, e Franklin Venancio da Silva Netto (PSC), pedindo a doação de um veículo à Apae Jandira e o aumento do valor do repasse de receitas da Prefeitura à entidade. “Estamos aqui pedindo e tentando sensibilizar os vereadores e a Prefeitura. Precisamos ampliar em um dia o atendimento de nossos cinco profissionais técnicos, que hoje atendem a 90 excepcionais”, descreveu. 

Novo vereador

Já na parte da sessão de “explicações pessoais”, usou a tribuna o vereador Wanderlei Lopes dos Reis (PTB), o “Wanderlei Pato”, que assumiu no lugar de Arverino Xavier da Silva, o “Avelino” – ele está com seu mandato cassado pela Justiça Eleitoral por causa de problemas em sua prestação de contas da campanha de 2016. 

 

Projeto quer incluir Libras na grade curricular de Jandira 

Câmara aprovou proposta autorizando Prefeitura a implantar nas escolas o ensino da Língua Brasileira de Sinais 

As escolas mantidas pela Prefeitura de Jandira poderão incluir o ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) aos estudantes. Projeto aprovado pela Câmara Municipal durante a 38ª sessão ordinária (27/11) prevê a medida, que precisa ainda ser sancionada pelo prefeito para virar lei. 

A Língua Brasileira de Sinais foi reconhecida no Brasil pela Lei 10.436, de 24 de abril de 2002, como meio oficial de comunicação e expressão de comunidade de surdos e deficiente auditivos do País. Por sua vez, um decreto de 2005 regulamentou a Libras como disciplina curricular, passando a ser considerada como um meio de comunicação e expressão e não interpretada apenas por gestos ou mímicas. 

“O projeto tem por intuito garantir e efetiva aplicação da língua brasileira de sinais nas escolas públicas, bem como acabar com as limitações encontradas pelas pessoas surdas e deficientes auditivos na hora de se comunicar”, justifica o autor da proposta, vereador Silvair Soares de Brito (PEN), o “Silvio Cabeleireiro”.

 

 

Vereador propõe escola aberta à comunidade aos finais de semana 

Projeto aprovado na Câmara de Jandira estabelece atividades de esporte e lazer nas unidades escolares aos sábados e domingos 

O vereador Antonio dos Santos Oliveira (PV), o “Toninho Amizade”, quer que a Prefeitura de Jandira mantenha as escolas da rede municipal de ensino abertas à comunidade também aos finais de semana, para a realização de atividades de esporte e lazer. A ideia consta de projeto de lei de sua autoria aprovado na Câmara Municipal durante a 38ª sessão ordinária (27/11). 

“Abrir a escola para a comunidade é um ganho duplo. Ganho para a escola, ganho para a comunidade. A comunidade passa a ver a escola como mais um ponto de encontro, lazer e cultura. Ela deixa de ser aquele espaço só de sala de aula, de conteúdo. Quando se abre a escola para outras atividades, a comunidade acaba cuidando melhor da escola”, justifica o vereador. 

O projeto prevê que a Prefeitura poderá ceder o espaço das escolas aos finais de semana e também aos feriados, para entidades sem fins lucrativos legalmente constituídas. Para se tornar lei, precisa de sanção do prefeito de Jandira.

 
             
  leia mais   leia mais   leia mais